Livros de Olga TessariSite AjudaEmocional.com de Olga Tessari Conheça Olga Tessari
Site Exclusivo e Oficial da Psicóloga, Psicoterapeuta, Consultora Comportamental, Pesquisadora e Escritora Olga Tessari
Você está ansioso, estressado, inseguro, com medos ou baixa autoestima? Terapia focada na solução do problema!

*Veja outros textos para leitura no final da página

Comer muito, mesmo sem ter fome, pode ser sinal de compulsão alimentar

Hamburguer, pizza, pipoca, batata frita, chocolate, sorvete, pudim de leite… Impossível resistir à tamanha tentação?

Perder o controle e se entregar à gula uma vez ou outra tudo bem. Mas quando isso passa a virar rotina, o melhor é ligar o sinal de alerta. Afinal, mesmo sem notar, você pode estar viciado em comida.

Parece brincadeira, mas é sério. A compulsão alimentar é o ato de ingerir uma quantidade de alimentos muito maior que a maioria das pessoas consumiria, em um curto espaço de tempo. Geralmente, quem sofre desse transtorno está sizinho e sente-se deprimido e culpado depois do ato de comer.

O compulsivo alimentar tem surtos freqüentemente, ingerindo excessos de comida até quando está satisfeito. "Pessoascom esse transtorno apresentam freqüentes crises e sentem que não podem parar de comer, comem depressa e às escondidas ou não param de comer o dia todo. Normalmente, eles têm um histórico completo de fracassos em diversas dietas e regimes para emagrecimento", explica a nutricionista Thaís Navarro.

Segundo Thaís, o transtorno alimentar acomete três mulheres para dada dois homens e tem prevalência de 2% da população geral e 30% entre obesos que procuram tratamento para emagrecer. "O maior problema da compulsão alimentar é que estes pacientes, na maioria das vezes, são obesos com altos riscos de saúde, como hipertensão arterial, colesterol alto e triglicérides."

Essas pessoas consomem uma determinada quantidade de calorias em um dia, no dia seguinte comem normalmente, no outro voltam a ter episódios de compulsão alimentar e essa oscilação pode comprometer o metabolismo e favorecer o depósito de gordura.

Segundo a psicóloga Olga Tessari, existem muitos fatores que podem levar uma pessoa a se tornar compulsiva, como alterações metabólicas que interferem no sistema de saciedade do organismo, influências culturais ou desequilíbrios psicológicos e emocionais. Também há casos onde a compulsão surge por causa de dietas radicais que levam à carência de nutrientes básicos e até por hábitos que surgem em ambientes de comida farta, lugares onde a refeição é usada como motivo de reuniões e festas.

O tratamento de uma pessoa viciada em comida deve ser feito por uma equipe multidisciplinar, que envolve médicos, psicólogos e nutricionistas. "Um nutricionista ensina a pessoa a se alimentar de uma forma equilibrada, a psicóloga avalia as razões emocionais que levaram à compulsão e ajuda a pessoa a lidar com cada uma delas e superá-las e o médico analisa se há necessidade de remédios em casos de obesidade e verifica a existência de distúrbios físicos", explica Olga Tessari.

É muito importante que a pessoa procure ajuda e assuma o transtorno para que haja a conscientização da importância de comer sem exageros.

Como diagnosticar a síndrome?

Você pode estar vivendo uma crise de compulsão alimentar se:

Matéria publicada na Revista Sua Escolha n° 43 ano VI por Ana Carolina Contri em novembro/2008

Leia outros textos relacionados ao tema: Obesidade - Bulimia/Anorexia - Problemas de Relacionamento - Mulher - Pais e Filhos - Adolescência - Ansiedade - Autoestima - Medos

Palestras e cursos com vários temas de interesse podem ser criados especificamente para o seu grupo!

- Tratamento Psicológico para a ansiedade, autoestima, medos, insegurança, ciúme - saiba mais!-

- Vídeos sobre Ansiedade - Medos - Autoestima - Estresse - Timidez -

Olga Tessari no Facebook . Olga Tessari no Twitter . Olga Tessari no Linkedin . Olga Tessari no Google+

Leia os livros:

Amor X Dor
Dirija sua vida sem medo


Assine o livro de visitas

Patrocine o site!

Conheça Olga Tessari

AJUDAEMOCIONAL.COM - Site de informação, divulgação e de orientação sobre problemas do ser humano de origem emocional, respaldado em pesquisas científicas. As informações contidas nesse site têm caráter educativo e informativo e não descartam, em hipótese alguma, as consultas com um psicólogo ou um médico. Leia: Normas de Conduta - Política de Privacidade


ATENÇÃO! Todo o conteúdo desse site está registrado e protegido pela lei de direitos autorais. A cópia sem autorização é crime sujeito às penas da lei: não seja o próximo a ser processado judicialmente! Proibida a reprodução integral ou parcial, para uso comercial, editorial ou republicação na internet mesmo que citada a fonte (Inciso I Artigo 29 - Lei 9610/98). Quer publicar ou copiar os textos do site? Fale comigo


OLGA TESSARI não tem equipe, trabalha sozinha! Seus sites:
www.ajudaemocional.com - www.ajudaemocional.net - www.olgatessari.com - http://ajudaemocional.tripod.com - www.olgatessari.com.br


OLGA TESSARI não patrocina, não apoia e nem indica o kit ajuda sentimental ou qualquer outro similar - saiba a visão dela sobre isso!


Consultório: Rua Costa Aguiar, 1810 - Ipiranga - São Paulo - SP - Brasil / Tel (11) 2605-6790 / Cel: (11) 99772-9692
Mapa de localização - Formulário para contato


Copyright ©® 2001-2014 Olga Inês Tessari - Todos os direitos registrados
Não procure nos livros a razão do brilho das estrelas: olhe para o céu!