• 05 jan 17

Quem é a mulher atual?

O que ela deseja, pretende, quais são os seus sonhos? Como ser feliz?

Por: Olga Tessari
  • Quem é a mulher atual?

    Quem é a mulher atual?

    O que a mulher atual deseja, o que ela pretende, quais são os seus sonhos?  

    Quem é ela?

     

    Texto de © Olga Tessari

    A maioria das mulheres tem como objetivo de vida casar, ter filhos, constituir uma família, além de ter uma carreira, realizar-se profissionalmente e ser feliz! Muita coisa? Penso que não, tudo vai depender da forma como ela vai concretizar os seus objetivos, de modo que isto não lhe traga sofrimento!

    A mulher da atualidade parece querer abraçar o mundo, lota-se de afazeres e de obrigações sempre cobrando de si mesma a perfeição em tudo aquilo que ela faz! Quer que sua casa esteja sempre arrumada, tudo no lugar, que seus filhos sejam bem cuidados e tratados, que seu marido fique bem e vive querendo manter tudo sob o seu absoluto controle!

    Passa o dia no trabalho lutando para evoluir na sua carreira, abraçando muitas funções, não delegando tarefas e, ao mesmo tempo pensando nas tarefas domésticas, ligando para casa, querendo saber como as coisas estão caminhando, tem conflitos com a empregada porque ela não faz exatamente o que lhe é ordenado e, ainda por cima, culpa-se porque não consegue fazer tudo da forma como planeja, como gostaria de fazer e por não ter o controle! Tudo isso acaba por gerar em si mesma um stress acentuado, justamente porque, ao querer fazer tudo ao mesmo tempo, por desrespeito aos seus limites, acaba esquecendo-se de si mesma ou então nem sobra tempo para cuidar-se!

    Até pouco tempo atrás, a mulher era educada apenas para ser uma boa dona de casa, esposa e mãe: ainda hoje esta é uma realidade em muitos lugares do Brasil! A mulher deveria se esmerar nestes papéis e ser submissa ao seu marido, seu amo, senhor e chefe da casa, aquele quem decide tudo só porque é a pessoa que paga as contas! Mas devido a problemas econômicos ou mesmo por causa do desejo de se sentir independente financeiramente e produtiva (até porque ninguém valoriza o serviço doméstico), muitas mulheres saíram à luta para obterem uma formação profissional e um emprego, o que acabou gerando uma série de conflitos para ela mesma!

    Como conciliar a árdua jornada de trabalho fora com todas as tarefas de dona de casa, esposa e mãe? Como lidar com o instinto básico que está presente em todas as mulheres, de se sentir mãe de todos e aquela que resolve tudo por todos?

    Este é o dilema da mulher da atualidade! Sempre correndo de cá prá lá, de lá prá cá, sem tempo para si mesma, cobrando-se e culpando-se quando as coisas não caminham da forma que deseja. É preciso parar um pouco e começar a definir prioridades até para evitar o stress! O que é mais importante? Deixar a cozinha arrumada ou sentar-se ao sofá para namorar um pouco com o marido, conversar com os filhos? Qual é o problema de acumular um pouco de roupa suja, deixar para lavar depois e primeiro sair para passear com a família? O convívio familiar é importante, tem que ser mantido e requer tempo, algo de que nem sempre ela dispõe justamente porque quer sempre deixar tudo em ordem em sua casa! Costumo dizer que a única forma de deixar a casa em ordem é colocar todo mundo para fora de casa, limpá-la e sair também! Mesmo assim, quando todos retornarem, a casa já estará suja, terá algum pó acumulado sobre os móveis!

    As mulheres da atualidade lotam-se de obrigações e nunca tem tempo para ler um livro, conversar com as amigas, fazer as coisas que apreciam! Aliás, é comum que elas deixem totalmente de lado seus amigos para viver somente em função de suas obrigações! Quantas mulheres deixam suas amizades de lado e mantém apenas o círculo social do marido? E o fazem apenas para agradá-lo, nem sempre agradando a si mesmas!

    A melhor forma de se viver bem deve conter um misto de obrigações e prazeres, aquilo que traz alegria e satisfação! E não venha dizer que seu prazer é ver a família bem porque isso apenas não basta. Claro que é bom ter tudo arrumado e bem cuidado, mas é fundamental ter cuidados consigo mesma! É preciso dedicar um tempo para si mesma, todos os dias! Sim, porque quando a mulher se cuida, sua auto estima se eleva, ela fica de bem consigo mesma e, conseqüentemente, lida melhor com tudo o que está a sua volta.

    Uma pessoa de bem consigo mesma é, certamente, muito mais feliz e se relaciona melhor com as pessoas que a cercam, não se irrita facilmente e não sofre por não conseguir fazer tudo o que planeja! Sabe delegar tarefas e respeitar o limite das outras pessoas, percebe que não é perfeita, sabe que sempre tenta dar o melhor de si mesma, aceita seus erros e não se culpa por eles!

    O que falta para a mulher da atualidade ser mais feliz e plena é olhar um pouco mais para si mesma, ter um pouquinho mais de cuidados consigo mesma, não para agradar as pessoas a sua volta, mas para agradar a si mesma em primeiro lugar!

    Siga o canal de Olga Tessari no Youtube

     

    Siga Olga Tessari nas redes sociais: FacebookInstagram Youtube