• 01 fev 17

Vantagens da relação avós e netos!

O bom relacionamento com os netos é essencial: os avós se sentem úteis e parte da família.

Por: Olga Tessari
  • Vantagens da relação avós e netos!

    Vovô e vovó no centro das atenções

     

    Quais são as vantagens da relação avós e netos?

    Entrevista com © Dra Olga Inês Tessari

     

    Ouvir histórias do tempo da vovó e do vovô pode ser muito divertido. Almoçar todo domingo com eles também pode ser um programa agradável. Como? Entendendo e respeitando as pessoas mais velhas, sabendo que, além de muitos anos a mais, elas têm muita experiência e viveram em um mundo bem diferente do nosso.

    Por causa da grande diferença de idade, muitas vezes avós e netos criam uma barreira, o que impede um relacionamento mais próximo. Quando todos percebem que este relacionamento só traz benefícios, conviver bem com o vovô e a vovó vira uma grande brincadeira e, melhor, um grande aprendizado.

    Entre os diversos momentos mágicos que podemos ter ao lado dos avós, está o talento que eles têm pra contar histórias. Conhecer o passado deles ouvindo o que ele têm para contar pode significar momentos de pura imaginação.

    Só de pensar que naquela época não existia o computador, a televisão era um equipamento para poucos e para fazer comida só existia o fogão, dá para perceber que para os avós não é nada fácil compreender esse novo mundo. Nele, o computador é muito importante na hora de estudar e fazer pesquisas, a televisão esta presente em quase todas as casas e já existe o forno de microondas. Tudo esta mais simples e rápido.

    Assim, mostrar a eles que os tempos mudaram e apresentar as novas tecnologias é a grande tarefa dos netos. Já os avós podem transmitir a experiência que adquiriram durante toda a vida e contar como era o mundo antes de nascermos. Tudo era bem diferente.

    A psicóloga Olga Inês Tessari atende em seu consultório diversos avós que contaram que o bom relacionamento com os netos é essencial, pois só assim eles se sentem úteis e parte da família. Já os netos contam que aprenderam muitos com os avós e, com eles não têm a obrigatoriedade de educar como os pais, ir à casa dos avós é sempre divertido.

    “O que mais motiva os avós é que eles podem fazer com os netos o que não fizeram com os filhos, ou seja, brincar o quanto puderem ou o quanto aguentarem” – conta a psicóloga.

    Mas não se esqueça: é muito importante respeitar as limitações físicas dos mais velhos!

    25 de julho – Dia dos Avós
    Fonte: Revista Família Cristã Edição Junho/04
    Reportagem: Fernanda Dantas

     

    Matéria publicada no site Flechinha