• 28 jan 17

Briga entre irmãos

De que forma os pais devem agir para evitar essas brigas? Olga Tessari responde.

Por: Olga Tessari
  • Brigas entre irmãos

     

    Briga entre irmãos: como os pais devem lidar?

     

    Entrevista com © Dra Olga Tessari

     

    Quem tem irmão entende do que vamos falar.

    As famosas brigas que parecem nunca ter fim, que chateiam toda a família e causam o maior tumulto. Em alguns casos há até mesmo agressão física, – além da verbal trazendo ainda mais complicações e revoltas.

    Por isso, o Transanet entrevistou a psicóloga e psicoterapeuta Dra. Olga Inês Tessari para saber exatamente o que está por trás de todas essas brigas entre irmãos…

    O que fazer quando os pais tomam partido, quando o convívio com o irmão parece impossível foram alguns dos tópicos abordados. Vale a pena ler a entrevista e refletir sobre essas questões…

     

    (direitos autorais das respostas © Dra Olga Inês Tessari)

     

    As brigas entre irmãos são naturais?

    Dra. Olga Tessari: Sim, naturais porque eles vivem querendo lutar pelo seu espaço, então sempre haverá uma briga ou outra porque irmãos sempre tem algo por brigar, até por uma questão de diferenças de opinião e de personalidade.

    Por exemplo, se eles dormem no mesmo quarto, podem brigar porque um quer dormir enquanto o outro quer ver TV ou porque um é arrumadinho e o outro bagunceiro ou mesmo porque tem que dividir o computador ou a TV.

    A briga entre irmãos também serve para chamar a atenção dos pais que, muitas vezes, protegem mais um irmão em detrimento do outro, gerando assim uma certa raiva no outro, o que acaba gerando brigas também. Por exemplo: o irmão mais novo tem regalias que o mais velho não tem ou o irmão mais velho tem responsabilidades que o mais novo não tem: isso pode ser motivo para brigas!

     

    O que fazer para evitar as brigas entre irmãos?

    Dra. Olga Tessari: Não há muito o que fazer com relação a briga pelo espaço… talvez, os pais possam ajudá-los a definir melhor seus espaços e procurarem tratar os filhos de uma forma justa, sem regalias ou protecionismo de uns em detrimento dos outros.

     

    Com qual idade elas tendem a diminuir?

    Dra. Olga Tessari: Na medida em que eles encontram seu espaço e conseguem manter uma relação de amizade e de respeito entre eles estas brigas diminuem… mas sempre haverá uma briga ou outra… por causa da questão do espaço, das diferenças de personalidade, do protecionismo dos pais, etc.

     

    O que fazer quando os pais se intrometem nas brigas? E o que fazer quando eles (pais) tomam partido?

    Dra. Olga Tessari: Pais nunca deveriam tomar partido! Brigas de irmãos devem sempre ser resolvidas entre eles e mais ninguém! Seria algo como uma briga de marido e mulher onde ninguém bota a colher!

    Os pais deveriam apenas ajudá-los a resolvê-las, SEM NUNCA TOMAR PARTIDO!!! Sei que é difícil ser neutro, mas tomar partido de um dos filhos é alimentar futuras brigas entre eles porque o preterido vai sempre agir no sentido de irritar o outro predileto ou agir no sentido de chamar a atenção dos pais de que o predileto não é tão legal assim, tem defeitos, etc.

     

    O ciúme e a inveja são naturais entre irmãos? Como combater?

    Dra. Olga Tessari: Naturalíssimos e revelam a dificuldade que todos temos em aceitar que somos diferentes, que os pais, por mais que queiram, não conseguem tratar os filhos da mesma forma e que nunca teremos TUDO o que desejamos, seja dos pais ou de qualquer pessoa! Não há como combater isso, apenas procurar entender as diferenças de comportamento e de atitudes das pessoas para conosco, ou seja, que cada um age de forma diferente porque é diferente!

     

    O que fazer quando o convívio com o irmão parece impossível? Dar um gelo resolve?

    Dra. Olga Tessari: Dar um gelo ao irmão com o qual é impossível conviver? Se fosse possível dar um gelo em uma pessoa com quem se convive, mesmo assim não seria uma boa saída, pois eu penso que o mais importante sempre é o diálogo, tentar acalmar-se antes de conversar, tentar expor o que incomoda de forma clara! Este é o caminho para buscar a paz no lar!

     

    Colaboração:
    Dra Olga Inês Tessari é Psicóloga e Psicoterapeuta desde 1984.
    Consultório em São Paulo / SP Tel.(11) 3275-3066 / 99772-9692
    Site: www.olgatessari.com

     

    Matéria publicada no no site Transanet por Andrea Cippiciani