• 09 dez 16

Amar sem ser amada

Quando cismamos com um garoto que não está nem aí pra gente e não conseguimos desencanar de jeito nenhum. Dá até uma raivinha!

Por: Olga Tessari
  • Amar sem ser amada

     

    Amar sem ser amada: as razões pelas quais a gente encana num carinha nada a ver…

     

    Entrevista com Olga Tessari

     

    Como diz aquela famosa frase, “o coração tem razões que a própria razão desconhece”. E tem hora que é difícil mesmo entender nossos sentimentos. Por exemplo, quando cismamos num garoto que não está nem aí pra gente e não conseguimos desencanar. Dá até uma raivinha!

     

    Até o fim! 

    Mas por que isso acontece? Seria tão mais fácil encanar em uma pessoa que gosta da gente…Mas ás vezes, ficamos tão cegas pelo desafio de conquistar aquele gatinho, que nossa vida passa a só fazer sentido se vencermos esse jogo.

    Segundo a psicóloga Olga Tessari, quem tem esse tipo de comportamento pode ser uma menina que sempre consegue o que quer, e por isso não aceita “não” como resposta. “Você encara como um desafio conquistá-lo e alimenta seu interesse pra poder se manter firme nesse desafio até o fim”, explica.

    Para Olga Tessari, a melhor forma de desencanar é “entender que ninguém manda no coração de ninguém e que nem sempre podemos ter tudo o que queremos. Alimentar esse tipo de interesse é gostar de sofrer, porque o amor só se mantém e cresce se for correspondido”, diz.

     

    A cura para o mal do amor 

    Só que, por mais que nos esforcemos, ás vezes não rola dar um basta nessa situação. Em alguns casos, a pessoa entra em depressão e deixa de viver novos relacionamentos por causa do amor que não consegue esquecer. Ela passa a viver em função do outro, deixando sua própria vida de lado. Se esse é o seu caso, a psicóloga dá um toque:

    “Fazer novos amigos, ocupar o seu tempo com atividades que lhe tragam prazer e bem estar colaboram para sair desse estado. Em casos mais graves, é preciso um tratamento psicológico para elevar a autoestima”, aconselha Olga Tessari.

     

    Quando o lance acaba…

    Desencanar de um carinha que não quer nada com você é mais fácil do que esquecer um ex-amor. Segundo a psicóloga, “é natural achar que a pessoa vai voltar atrás e querer retomar a relação. É a velha história de que a esperança é a última que morre. Por isso, não é fácil virar a página”, diz.

    Acontece que, depois do choque inicial, a tendência é esquecer o que houve de ruim na relação e ficar se lembrando de tudo o que foi bom. “A melhor forma de desencanar, nesse caso, é procurar lembrar também tudo o que havia de ruim e que culminou na separação”, explica Olga Tessari.

    Matéria publicada na Revista Toda Teen em 01/11/2011

    Siga o canal de Olga Tessari no Youtube

    Siga Olga Tessari nas redes sociais: FacebookInstagram Youtube