• 28 jan 17

Paixão pelo homem errado?

Atire a primeira pedra quem nunca se apaixonou pelo homem errado e sofreu com isso.

Por: Olga Tessari
  • Paixão pelo homem errado?

     

    Quem nunca sofreu por amor ou teve uma paixão pelo homem errado?

     

    Entrevista com © Dra Olga Tessari

     

    Paixão pelo homem errado!

    Feliz daquela que nunca ficou deprimida por nenhum homem e muito menos se debulhou em lágrimas por AMOR. Gostar de alguém que está desencanado e que não quer compromisso ou intimidade, evitando uma paixão, é difícil e traz sofrimento.

    Segundo a Dra. Olga Inês Tessari, garotas de baixa autoestima são as principais vítimas desses rapazes que não pensam em assumir compromisso. Isso porque elas precisam se sentir queridas e desejadas.

    A psicóloga Dra. Tessari alerta para alguns sinais que podem apontar o desinteresse do rapaz. `Ele fica de ligar e não liga e nem sequer dá uma justificativa porque não telefonou, ela quer marcar um encontro e ele desconversa ou ele marca mas não comparece no local combinado, ele desaparece nos finais de semana, não apresenta a garota para a família e se mantém distante da dela, entre outras coisas´.

    E dá dicas de como agir para evitar uma desilusão amorosa. `É importante ficar atenta nas atitudes do paquera, pois gestos e atitudes significam mais que palavras´. `De nada adianta ficar se iludindo, se enganando. Pare de fazer papel de boba e ficar alimentando esperança quando na verdade seu relacionamento não passa de um passatempo para ele´.

     

    Veja abaixo alguns depoimentos

     

    Relato 1

    `Conheci um cara super interessante, bonito e educado. Saímos juntos durante um ano, mas nunca apresentei ele para a minha família e vice versa. Acreditei nele e gostava da sua companhia. Mas depois que transei com ele, o cara simplesmente desapareceu.

    Fui encontrá-lo depois de uma semana em uma balada. Ele estava conversando com uma garota. Não fiquei com raiva dela apenas não consegui ficar quieta. Falei tudo o que eu queria para ele… Nada mudou e nunca mais o vi´.
    Ana Carolina Rodrigues, professora, 27 anos.

     

    Relato 2

    `Apaixonei-me por um cara que trabalha comigo. Estamos ficando há mais de oito meses, mas sinto que ele não quer assumir compromisso. Já fizemos muitas loucuras… Penso que ele me vê apenas para SEXO. Gosto dele e sofro com isso, pois tudo que queria era que ele se apaixonasse de verdade por mim. No trabalho ele se mantém distante e frio´.
    Alessandra M. Soares, estudante, 23 anos.

     

    Relato 3

    `Fiquei há um tempo com um rapaz que tinha namorada. Pensei que ele fosse largar dela uma hora, mas isso não aconteceu. Ele queria apenas curtir e nada mais´.
    Claúdia Martinez, estudante, 21 anos.

     

    Dra Olga Inês Tessari é psicóloga e psicoterapeuta desde 1984. Consultório em São Paulo – SP Tel: (11) 3275-3066 – Site: www.olgatessari.com

     

    Matéria publicada no site da Rádio Transamérica por Andrea Cippiciani em 15-05-2003