• 17 jan 17

Traição: opinião masculina

A visão masculina da traição, relatada por um homem comum: homem e mulher traem!

Por: Olga Tessari
  • Traição: uma opinião masculina

     

    Matéria baseada no site de © Dra Olga Inês Tessari

     

    Traição 

    Um assunto que tem sido bastante discutido no por aqui, e abordado de uma maneira que distorce um pouco as coisas, é a traição.

    O que tenho a dizer é o seguinte: Antes de mais nada, gostaria de deixar claro que não tenho nenhum curso de renome, meu emprego é relativamente mediano, não tive várias experiências fantásticas em minha vida e nem tenho 58 anos…

    Mas ainda assim acredito que minha opinião é válida, embora a escrita seja pobre procuro passar uma mensagem, e acima de tudo, não escrevo por rixa pessoal a ninguém. Sendo bem direto e, em certa medida, deselegante, foda-se a explicação biológica e o que Engels diz.

    Pessoal, sejamos sensatos! Homem trai assim como mulher trai!

    Lendo os últimos textos sobre o assunto a ideia que fiquei foi de que TODO homem trai, e as mulheres, coitadinhas, têm que sofrer com esse carma, viver com a certeza de que serão traídas e o único recurso que lhes cabe é pensar em como amenizar quando acontecer.

    Se a mulher trai menos do que o homem (se é que trai menos) ou perdoa com mais facilidade é porque tem interesses que se sobrepõem aos sentimentos.

    Hoje em dia, as mulheres, ou a maioria das, perdoam por que não possuem condições de “produzir suas próprias ferramentas”, pelos filhos ou até por medo de enfrentar a vida sozinhas. Dra Olga Inês Tessari, psicóloga especialista em relacionamentos diz que sempre ceder para manter um relacionamento não é a solução. “De forma alguma! Nem sempre é a medida acertada. É preciso ceder em algumas coisas, desde que a pessoa, que esteja cedendo, não seja prejudicada em seus valores básicos. Não adianta ceder só para agradar o outro e não estar gostando de fazer isso!”.

    A traição acontece independente de sexo, cor, credo ou classe social.

    É possível manter o relacionamento após a traição, mas fechar os olhos, passar por isso sem raiva, sem revolta e principalmente, sem muita conversa, fechar os olhos, engolir e deixar passar… É no mínimo falta de amadurecimento emocional. Ou pra ser bem sincero, Burrice.

    Perdoar não é relevar, perdoar é superar!

     

    Fatos: 

    – Mulher tende a confundir a palavra “Casamento” com a palavra “Felicidade”, pode acabar pressionando demais o parceiro e este acabar traindo.

    – Estatisticamente, 25% dos homens traem, valor este considerado baixo comparado ao senso comum social.

     

    Matéria publicada no site Adelaides por Vitor Fogassa em 28/11/2005, baseada no site www.olgatessari.com