Amizades à jato

Amizades à jato

Amizades à jato

Amizades à jato existem! Você mal começa a conversar e tem a sensação de que conhece a pessoa a vida inteira!

Entrevista com Olga Tessari

Amizades à jato (“Fast friendship”): Você está nessa?

FOI VAPT-VUPT. Bastou que a veterinária carioca Maria Alice, de 24 anos, descobrisse que a analista de sistemas Juliana, de 25, adorava animais para começarem a conversar animadamente durante uma festa de confraternização no alto do morro do Pão de Açúcar, em dezembro.

“Desde então viramos unha e cutícula”, conta animada, a primeira, que já providenciou as reservas para uma viagem com a nova amiga no feriado de Páscoa.

“Ambas queremos conhecer Fernando de Noronha para brincar de perto com os golfinhos. Aliás, temos os mesmos gostos, uma entende a outra tão bem, isso é incrível”, acrescenta. Dá até para dizer que elas se conheceram em vidas passadas, de tão ligadas, certo?

Só nao há como evitar uma pergunta: até quando esse chamego todo vai durar?

Bem, a resposta é um tanto complexa. Afinal, hoje em dia é mesmo super comum fazer relacionamentos num piscar de olhos. Os americanos até criaram a expressão fast friendships (amizades velozes) para se referir aos vínculos que se formam de maneira imediata. Para isso, não faltam empurrõezinhos tecnológicos.

Além de sites de relacionamento pipocando na rede, programas disponíveis na internet (tais como o viciante messenger) e os serviços de voz e mensagem de celulares não apenas ajudam a fazer, como também a manter novos contatos – nem que sejam no universo virtual.

Então, qual o problema?

À LUZ DA PSICOLOGIA, existem alguns. “Essas ligações instantâneas dao a você a sensação de fazer parte de um grupo, o que é positivo”, explica Florence Isaacs, autora do livro Toxic Friends, true Friends (Amigos tóxicos, amigos verdadeiros).

“Ainda assim, esses vínculos são constituídos sobre bases superficiais – como um passeio no shopping ou uma conversa agradável dentro de uma sala de bate-papo da internet – , o que pode não proporcionar os ingredientes necessários à construção de uma amizade longa e sincera”, acrescenta Florence.

Amizades à jato – Ligação instantânea

Antes de mais nada, é importante compreender o que há por trás da necessidade de firmar rápidas alianças, concorda? Imagine que terminou com o namorado, entrou na casa do Big Brother Brasil, foi morar sozinha em outra cidade ou acabou de ser contratada em um novo emprego. Na certa, se sentirá totalmente vulnerável.

“Sob essas condições, fazer um amigo instantâneo, com quem se pode trocar confidências 24 horas por dia, pode dar a você uma sensação de segurança”, afirma Jan Yager, autor do livro Who’s That Sitting on My Desk? (Quem é aquele sentado a minha mesa?).

Na realidade, uma interação veloz e intensa é a característica-chave desses relacionamentos. Porque se sente tão confortável e identificada com sua nova aliada, nunca achará suficiente o papo do dia anterior – e vai querer mais. Igualzinho como acontece com o novo namorado ou mesmo sob o efeito de uma droga.

Nao mais que de repente você se pegará declamando segredos sobre a sua vida íntima, deixará de lado as velhas conhecidas (a quem jurará estar sem tempo até para telefonar e falar um oi) e nao tomará uma única decisao sem ouvir, primeiro, o veredito do outro lado da linha.

Prazo de validade

Certas amizades , embora gratificantes, podem não durar para sempre. Lembre-se disso quando estiver iniciando uma nova parceria. “Existem vários tipos de amiga”, fala a psicóloga e psicoterapeuta Olga Tessari, criadora do site www.olgatessari.com. E ela continua:

“Desde aquela conhecida a quem falamos apenas ‘bom dia’ e com quem mantemos certa formalidade até a companheira de baladas, passeios e festas (pois é muito divertida), passando pela colega antenada com todas as notícias quentes do escritório. Tem também aquela pessoa silenciosa que nos faz companhia quando não queremos ficar sozinhas… entre outras variações de companheiras.” E o prazo de validade de cada relacionamento varia da caso para caso.

Amizades verdadeiras

As verdadeiras ligações são construídas sobre sólidas fundações de confiança mútua, do tipo que não se estabelece da noite para o dia.

Nao é necessário ir longe: quantas vezes você pensou conhecer bem uma pessoa para pouco depois, se descobrir redondamente enganada?

“Muita gente machuca-se e sofre ao deparar com o real caráter de alguém”, acrescenta Olga Tessari.

Não por acaso, nesta última versão do programa Big Brother Brasil várias conexões firmadas logo na primeira semana (e também alguns namoros) acabaram em choradeira, reparou? A brother Roberta que arrancou lágrimas e gritos desesperados do grupo ao ser eliminada do jogo, é a mesma que ficou malvista na casa por ter beijado o ex da brother Mariana.

MAS ALTO LÁ! Tudo isso não significa que você e uma nova companheira nao possam compatibilizar muitos verões. Apenas dê tempo ao tempo.

Os psicólogos sugerem limitar as conversas e encontros a alguns poucos dias na semana.

“Uma amizade promissora é capaz de sobreviver a breves ausências”, explica Yager.

Durante esses intervalos, procure as velhas companhias para reativar seus próprios referenciais. Finalmente, evite se desmanchar em intimidades logo de cara. A última coisa que desejará é dar munição a quem não merece, certo?

Matéria publicada na Revista Nova – Ed. Abril – Edição 390 em março/2006

186

Leia o livro Dirija sua vida sem medo

Leia o livro Dirija sua vida sem medo

Um livro para todos aqueles que sofrem com seus medos, ansiedade, estresse, timidez, etc.

Leia o livro Amor X Dor: caminhos para um relacionamento feliz!

Leia o livro Amor X Dor

Um livro que aponta caminhos para ter e/ou manter um relacionamento feliz pela vida afora!

Siga Olga Tessari nas redes sociais: Facebook – Youtube – Instagram – Twitter – Linkedin

Olga Tessari

Olga Tessari, Psicóloga (CRP06/19571), formada pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisa e atua com novas abordagens da Psicologia Clínica, em busca de resultados rápidos, efetivos e eficazes, voltados para uma vida plena e feliz. Ama o que faz e segue estudando muito, com várias especializações na área. Também é escritora, autora de 2 livros e coautora de muitos outros. Realiza cursos, palestras e workshops pelo Brasil inteiro. E ela segue atendendo em seu consultório ou de forma online (pela internet) adolescentes, adultos, pais, casais e famílias inteiras que buscam, junto com ela, caminhos para serem felizes, cada um com sua própria definição do que é felicidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *