Primeira impressão no trabalho

Primeira Impressão no trabalho

Primeira impressão no trabalho

A primeira impressão é a que fica?

Especialista diz como reverter este sentimento com o chefe no trabalho

Entrevista com Olga Tessari

Sabe aquele ditado que diz: “a primeira impressão é a que fica”? No mercado de trabalho ele não deve ser levado tão ao pé da letra, ainda mais quando essa antipatia está relacionada ao chefe. Mas como agir para desfazer uma imagem negativa? 

Olga Tessari, psicóloga e escritora, diz que o primeiro passo é entender a situação que causou tal impressão.

Ela explica que a antipatia pode ser resultado de várias situações ou atitudes, por isso, entender o contexto daquilo que foi presenciado e levou a formação de uma má primeira impressão é essencial.

“Nunca devemos fazer pré-julgamentos. Observar as pessoas dentro e fora do ambiente de trabalho ajuda a conhecê-las um pouco mais e a entender algumas atitudes”, afirma Olga Tessari.

Em uma situação hipotética, ao presenciamos o chefe sendo ríspido ao cobrar um colega de trabalho por resultados, na frente de outros colaboradores, é possível que essa ação seja mal vista por todos da equipe.

Nesse caso, diz Olga Tessari, “podemos discordar do modo agressivo dele, mas devemos observar que esse jeito pode ter sido a única forma que ele encontrou de se impor diante dos subordinados, que ele também pode estar em um mau dia, com outros problemas pessoais”.

Em outras palavras, antes de se magoar, é preciso buscar entender o que causou essa atitude negativa do chefe.

Concordando ou não com a situação, uma dica importante para tentar reverter essa antipatia pelo chefe é não levar para o lado pessoal os problemas vivenciados no ambiente de trabalho.

“Ninguém é 100% certo e, nesse caso, pode ser que o chefe estava em um mau dia. Por outro lado, se a confirmação é a de que ele é sempre assim, hostil ou um algoz no trato com as pessoas, o jeito é aprender a lidar com o seu temperamento difícil ou recorrer a alguém da confiança dele para ter uma conversa com ele, mostrando ao chefe de que forma o comportamento dele pode provocar problemas com seus subordinados”, sugere Olga Tessari.

Pós-expediente x primeira impressão

A psicóloga diz que muitos funcionários sofrem com as atitudes grosseiras e individualistas dos seus superiores e se lamentam por isso, ocasionando insatisfação no trabalho, insegurança e até baixa produtividade. “É comum isso acontecer com as pessoas que transpõem as atitudes do mundo corporativo para a vida pessoal. O ideal é separar os dois lados e sempre analisar o contexto de cada situação”, reitera.

Como melhorar a primeira impressão no trabalho

Para melhorar a relação com os colegas de trabalho e promover qualidade no clima organizacional, tentar reverter uma má primeira impressão do chefe pode ser uma boa estratégia. “Sabemos que modificar o jeito de ser das pessoas é tarefa descartada, então, a saída é tentar conhecer um pouco mais desse superior no trato com seus familiares e amigos”, comenta Olga Tessari.

Outra dica, diz ela, é tentar estar com ele além do ambiente de trabalho, como no almoço, por exemplo. “Observar como ele age fora do escritório pode revelar traços da sua personalidade que estarão presentes em qualquer situação, seja ela ligada ao trabalho ou à vida pessoal”, explica.

“Dessa forma, conhecendo um pouco mais dele, ficará mais fácil construir um relacionamento de trabalho saudável. A regra é observar cada situação e tentar se adaptar ao seu modo de agir. Ouvir sempre os dois lados de uma situação é ponto chave para formarmos opinião ou modificá-la em relação às pessoas”, conclui.

Matéria publicada no site Vagas.com por Heloisa Valente

86

Leia o livro Dirija sua vida sem medo

Leia o livro Dirija sua vida sem medo

Um livro para todos aqueles que sofrem com seus medos, ansiedade, estresse, timidez, etc.

Leia o livro Amor X Dor: caminhos para um relacionamento feliz!

Leia o livro Amor X Dor

Um livro que aponta caminhos para ter e/ou manter um relacionamento feliz pela vida afora!

Siga Olga Tessari nas redes sociais: Facebook – Youtube – Instagram – Twitter – Linkedin

Olga Tessari

Olga Tessari, Psicóloga (CRP06/19571), formada pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisa e atua com novas abordagens da Psicologia Clínica, em busca de resultados rápidos, efetivos e eficazes, voltados para uma vida plena e feliz. Ama o que faz e segue estudando muito, com várias especializações na área. Também é escritora, autora de 2 livros e coautora de muitos outros. Realiza cursos, palestras e workshops pelo Brasil inteiro, apontando caminhos para ser feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *