Impotência

Impotência

Impotência

Ele falhou. O que fazer? Saiba como ajudar o seu homem a recuperar o desejo sexual e resolver a dificuldade de ereção sem precisar tomar remédio para impotência

Siga Olga Tessari nas redes sociais: Youtube – Facebook – Instagram – Twitter – Linkedin

Entrevista com Olga Tessari

Impotência

Embora poucos admitam, a verdade é que a maioria dos homens já falhou pelo menos uma vez na vida! E não são raras as histórias de homens que apresentam dificuldade para se excitar e ter ereção durante períodos longos.

Ao contrário do que muita gente pensa, nem sempre o problema da impotência é físico. “A perda temporária da capacidade de ereção não é a mesma coisa que impotência. Mas, se ela persiste e interfere na vida sexual do casal, é preciso procurar ajuda especializada”, explica o urologista e terapeuta sexual Celso Marzano.

A boa notícia é que, na maioria das vezes, a solução depende apenas de mudanças de postura do homem, da mulher ou do casal. Ou seja: antes de pensar em remédios para ereção, compreenda melhor as causas do problema e as soluções indicadas pelos especialistas.

Causas mais comuns

Emocionais

  • estresse
  • desentendimento conjugal
  • falta de atração pela parceira
  • ansiedade ou preocupações relacionadas ao trabalho
  • preocupação excessiva com o desempenho sexual
  • depressão
  • repressões sexuais
  • problemas financeiros
  • baixa autoestima

Físicas

  • diabetes
  • efeitos colaterais de remédios para controlar a hipertensão
  • consumo excessivo de álcool
  • abuso de drogas
  • fumo
  • distúrbios hormonais
  • algumas doenças crônicas, como insuficiência renal, hepática
  • idade avançada

Culpa do desemprego

Muitos homens passam a apresentar dificuldades de ereção quando ficam desempregados ou quando a mulher começa a ter mais sucesso profissional do que eles. A solução para casos assim depende muito da postura da mulher em relação ao homem.

Veja o que funciona, segundo os especialistas:

  • valorize, sem falsidade, as atividades que ele desempenha em casa. Se ele preparou o jantar, diga que está delicioso!
  • evite falar sobre dinheiro e, quando for necessário, aja com cautela para não parecer superior.
  • peça a sugestão dele na hora de decidir alguma compra, para que ele se sinta importante.
  • durante a transa, demonstre o quanto você acha ele o máximo!

Será que ele tem outra?

Se você desconfia de que seu parceiro tem uma amante ou não sente mais atração por você, a psicóloga Olga Tessari explica que a falta de ereção, em si, não é comprometedora. Ela deve ser acompanhada de outros sinais que denunciam a traição:

  • a rotina sexual do casal mudou: antes faziam sexo 1 vez por semana, agora fazem sexo 1 vez por mês, por exemplo;
  • ele desliga o celular ou o coloca no vibracall quando está perto de você
  • ele acorda de ótimo humor quando vai sair
  • vive calado e distante
  • chega sempre tarde em casa
  • tem compromissos no fim de semana
  • está mais vaidoso

9 atitudes para resolver o problema

  • Lembre-se: você nem sempre consegue atingir o orgasmo… por que ele não pode falhar também?
  • Controle a imaginação: nada de ficar achando que ele não sente mais atração por você, ou está interessado por outra pessoa.
  • Compreenda se seu companheiro evitar transar: ele deve estar inseguro e com medo de falhar novamente. Nesse caso, a melhor saída é dar um tempo, sem cobrar.
  • Convide-o para programas leves: um cinema, um bate-papo com amigos…
  • Deixe que a transa ocorra espontaneamente, não faça pressões nem cobranças.
  • Se o problema se tornar frequente, ou ele evitar as transas por muito tempo, tente conversar com ele.
  • Estimule-o a evitar o álcool e o cigarro, que acabam com o tesão, prejudicam a circulação sanguínea e comprometem a ereção.
  • Deixe as novas experiências para outra oportunidade: esse não é um bom momento para inventar posições inovadoras e mirabolantes… Seja espontânea.
  • Aja naturalmente: não exagere na lingerie, no perfume…

Leia mais sobre ANSIEDADE

Matéria publicada na Revista Ana Maria – Ed 558 por Fernanda Cury

358

olga_tessari

OLGA TESSARI, Psicóloga (CRP06/19571), formada pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisa e atua com novas abordagens da Psicologia Clínica, em busca de resultados rápidos, efetivos e eficazes, voltados para uma vida plena e feliz. Ama o que faz e segue estudando muito, com várias especializações na área. Consultora empresarial, atua levando saúde emocional para as empresas. Atua em emergências e catástrofes. Escritora, autora de 2 livros e coautora de muitos outros. Realiza cursos, palestras e workshops pelo Brasil inteiro e segue atendendo em seu consultório ou online adolescentes, adultos, pais, casais, idosos e famílias inteiras que buscam, junto com ela, caminhos para serem felizes! Saiba mais…

Siga Olga Tessari nas redes sociais: Youtube – Facebook – Instagram – Twitter – Linkedin

Siga Olga Tessari nas redes sociais: Facebook – Youtube – Instagram – Twitter – Linkedin

olga_tessari

OLGA TESSARI, Psicóloga (CRP06/19571), formada pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisa e atua com novas abordagens da Psicologia Clínica, em busca de resultados rápidos, efetivos e eficazes, voltados para uma vida plena e feliz. Ama o que faz e segue estudando muito, com várias especializações na área. Consultora empresarial, atua levando saúde emocional para as empresas. Atua em emergências e catástrofes. Escritora, autora de 2 livros e coautora de muitos outros. Realiza cursos, palestras e workshops pelo Brasil inteiro e segue atendendo em seu consultório ou online adolescentes, adultos, pais, casais, idosos e famílias inteiras que buscam, junto com ela, caminhos para serem felizes! Saiba mais…