Casar outra vez 1

Casar outra vez

Casar outra vez

Perca o medo de encarar o segundo casamento. Basta aprender a tirar as lições do primeiro e evitar comparações.

Siga Olga Tessari nas redes sociais: Youtube – Facebook – Instagram – Twitter – Linkedin

Entrevista com Olga Tessari

Casar outra vez – Começar de Novo

Se você já foi casada, provavelmente a ideia do “juntos até que a morte os separe” tenha virado um tabu na sua vida. Quando um novo relacionamento se inicia, um sentimento de medo tende a ganhar corpo e a atrapalhar o romance.

Só a ideia de dizer o sim novamente é suficiente para arrepiar os cabelos. O receio de enfrentar outro fracasso parece tomar conta da situação. saiba que essa sensação é perfeitamente normal. E o melhor: ela pode ser superada!

Cresça e amadureça

“Quem já passou por uma experiência que não deu certo, normalmente ganha um grande amadurecimento pessoal, o que ajuda na hora de escolher uma nova pessoa para compartilhar a vida”, afirma Olga Tessari, psicóloga paulista.

O velho ditado que garante que só se aprende errando se aplica também a casamentos e separações.

“Fazer uma análise e tentar entender porque o primeiro casamento não deu certo, quais foram os erros e os acertos, é o primeiro passo para o crescimento”, explica Olga.

A partir daí, você terá condições de saber com mais clareza que tipo de parceiro e de relacionamento quer para a sua vida. Depois deste balanço, estará pronta para uma escolha consciente, fundamental para o sucesso de qualquer relação.

Passando a borracha

Quando iniciar um novo romance, esquecer de verdade as frustrações do passado e evitar comparações do atual com o ex são atitudes que ajudam e muito a começar uma história realmente do zero.

“Permita-se, de forma sincera e profunda, conhecer seu novo amor e experimentar uma outra relação com ele. As pessoas são diferentes e únicas na vida”, finaliza a psicóloga.

Atenção!

Caso seu primeiro casamento tenha terminado contra a sua vontade, tome cuidado com a nova escolha.

“Há uma grande chance de você procurar, sem perceber, um parceiro igual ao primeiro. isso daria a falsa sensação de retomar a relação anterior e superar o “fora” que levou”, alerta Olga Tessari.

Matéria publicada na Revista Viva Mais – Edição 247 por Marcia Guerra

270

Siga Olga Tessari nas redes sociais: Youtube – Facebook – Instagram – Twitter – Linkedin