Comer demais é sinal de ansiedade?

Comer demais é sinal de ansiedade?

Comer demais é sinal de ansiedade?

Por que sempre escolhemos alimentos altamente calóricos para comer quando estamos ansiosos?

Entrevista com © Dra Olga Tessari

Ah, o ato de comer demais e a ansiedade!

Quando encaramos situações novas e desconhecidas, que nos parecem assustadoras, ou mesmo quando somos submetidos a pressões que imaginamos não sermos capazes de corresponder, surge a ansiedade.

Muitas vezes, a ansiedade se manifesta como uma fome inexplicável, uma enorme sensação de vazio, e pode acabar com qualquer dieta. Mas lembre-se de que a comida não é remédio para a ansiedade.

O que é ansiedade?

A ansiedade apresenta-se como uma aceleração e excitação da mente, uma sensação desagradável de apreensão que, em geral, vem acompanhado de alguns sintomas físicos, como aperto no peito ou na garganta, vazio no estômago, taquicardia, sudorese, agitação, dor de cabeça, falta de ar, dificuldade em ficar parado, entre outros.

A ansiedade é um sinal de alerta que mostra quando algo não vai bem. Geralmente está ligada ao medo e à angústia. “Quando estamos diante de uma expectativa em relação a alguma situação, fato ou pessoa, ficamos com muita tensão: nessa hora, o organismo produz substâncias (como a adrenalina e o cortisol) que nos deixam ‘elétricos’. Então, essas substâncias acabam nos dando bastante energia, motivação, o sangue circula rapidamente através do corpo e vai se concentrando nas pernas e nos braços, mais ou menos como se fosse para nos dar uma força muito além da que temos normalmente. É uma reação normal e natural diante dessas situações, mas o nosso corpo, ao contrário, se prepara, como na época das cavernas, para sermos capazes de lutar (agir) ou de fugir da situação que sugere um ‘perigo’. Essa é uma reação instintiva que se manifesta todas as vezes em que ficamos tensos”, revela Olga Inês Tessari, psicóloga e psicoterapeuta.

Nesses momentos de ansiedade, quando o organismo secreta essas substâncias e não reagimos, o nível de ansiedade se eleva acima do normal e extrapola, podendo causar alguns sintomas físicos tais como o tremor, suor, taquicardia, falta de ar e insônia. “Então, para tentar ‘abafar’ os efeitos dessa tensão elevada em nosso corpo porque são sintomas que incomodam e que nos fazem pensar que temos um real problema de saúde, é comum a pessoa ansiosa ingerir bebidas alcoólicas, comer em excesso ou tomar calmantes, numa tentativa de anestesiar os efeitos dessa ansiedade elevada e que se torna um problema para a pessoa”, conta Olga Tessari.

Comer demais e ansiedade

Todas as vezes em que vamos comer, o nosso organismo libera substâncias que servem para efetuar a digestão desses alimentos que ingerimos do começo ao fim. Enquanto comemos, o nosso corpo também secreta uma substância que provoca uma sensação de relaxamento. Quanto mais difícil a digestão, maior a quantidade dessa substância, fazendo com que até sintamos muito sono logo depois de comermos. “Por isso, nem sempre é suficiente comer algo leve, como uma saladinha, mas sim alimentos ricos em carboidratos e gorduras”, diz a psicoterapeuta.

“Vale dizer que essa substância relaxante atua apenas durante a digestão. Por isso, assim que a digestão se encerra, a vontade de comer novamente surge em pessoas que apresentam um nível elevado de ansiedade”, disse Olga Tessari.

Então, comer alimentos calóricos acaba sendo o primeiro impulso diante de uma ansiedade elevada, como uma forma de mitigar ou abafar os efeitos físicos que a ansiedade elevada provoca no organismo da pessoa.

“Para não comer além da conta e acabar engordando, é necessário manter o nível da ansiedade dentro de um patamar normal que não cause nenhum sintoma físico e nenhum impulso de querer comer demais”, disse Olga Tessari.

Matéria publicada no Fotolog Terra Schon em 02/08/2006

556

Leia o livro Dirija sua vida sem medo

Leia o livro Dirija sua vida sem medo

Um livro para todos aqueles que sofrem com seus medos, ansiedade, estresse, timidez, etc.

Leia o livro Amor X Dor: caminhos para um relacionamento feliz!

Leia o livro Amor X Dor

Um livro que aponta caminhos para ter e/ou manter um relacionamento feliz pela vida afora!

Siga Olga Tessari nas redes sociais: Youtube – Facebook – Instagram – Twitter – Linkedin

AVISO! É proibida a cópia ou reprodução parcial/integral do conteúdo desse site em qualquer formato e em qualquer lugar, seja para uso comercial ou não, editorial, impresso, canal, blog, site ou rede social. Para compartilhar, use o link ou os botões de compartilhamento. A cópia sem autorização é crime sujeito às penas da lei: não seja o próximo a ser processado judicialmente! (Inciso I Artigo 29 – Lei 9610/98). Solicite sua autorização: clique aqui

Deixe um comentário