• 24 jan 17

Planos para o Ano Novo

Período em que refletimos sobre o que vivemos e planejamos o nosso futuro.

Por: Olga Tessari
  • Planos para o ano novo!

     

    Planos e objetivos para o ano novo

    Entrevista com © Dra Olga Tessari

     

    Planos para o ano novo!

    Início de ano o clima de festa toma contas da vida da maioria das pessoas, pelo menos aquelas que tem o que comemorar ou não perdem a esperança que o ano que vem será diferente. Mas você faz algo para que o ano novo seja melhor que o que terminou?

    A reflexão é um momento bastante importante desse período de festas, em que as pessoas podem fazem um verdadeiro balanço dos objetivos alcançados, das derrotas sofridas, e estipular metas para que 2005 a pessoa evolua e não apenas conte um ano a mais (ou a menos) em sua vida.

    A psicóloga e psicoterapeuta Olga Tessari coloca que o ser humano é movido por essa necessidade de estabelecer planos e objetivos, para as pessoas se sentirem seguras quanto ao seu futuro.

    Mas alerta que a realização de certos planos independe de seus esforços: “Podemos sonhar e pensar em qualquer tipo de coisa, mas temos que ter a consciência de que, para concretizar um sonho, muitas vezes dependemos não só da realização da parte que é de nossa responsabilidade, assim como da parte que cabe a outras pessoas”.

    O professor de matemática recém formado Francisco Leitão, 21, afirma não ter o costume de fazer planos, embora manifeste seu desejo de se tornar um educador. “Como há muita coisa ainda para aprender eu deixo tudo para ser decidido no limite da possibilidade”, conta. Ele conta que entre seus desejos em 2005 estão “voltar a me apegar à Deus, lecionar matemática sem ter outro trabalho, ficar noivo e estudar inglês e francês”.

    A psicóloga Tessari destaca que além do período de final de ano, é importante sempre fazer um balanço de como anda a vida e o que faz para melhorá-la e alcançar sua metas. “Pela própria correria do dia a dia é comum nos atermos às atividades diárias e nos esquecermos de nós mesmos e daquilo que é bom para nós. Quando nos damos conta, o ano passou, a vida passou e não conseguimos nada daquilo que havíamos planejado”, observa.

    O técnico em informática Fernando Guerrero, 23, considera importante fazer uma análise sobre o que foi proveitoso ou não durante o ano. Ele diz não ficar frustrado quando não consegue algo que deseja. Entre seus planos está conseguir uma casa própria e ter filhos, no futuro, com sua esposa. “Eu sempre procuro fazer com que o ano seguinte seja melhor, caso eu não consiga meus objetivos, procuro conseguir no próximo ano, sem desanimar nunca”, diz.

    Tessari explica para obter sucesso nos objetivos traçados no início do novo ano é preciso saber lidar com as adversidades que aparecem no meio do percurso e planejar com detalhes o que fazer para alcançar o objetivo, sempre colocando metas realizáveis.

    “De nada adianta dizer para si mesmo que no próximo ano você vai comprar um carro zero km se você não fizer contenção de despesas ou administrar melhor o seu dinheiro; também é certo que você não vai subir de cargo na empresa se não se empenhar e se especializar; não adianta dizer para si mesmo que vai ficar magro no próximo ano, se não se organizar para fazer uma dieta adequada e pelo tempo suficiente”, conclui.

    Planos e metas são necessários para ter segurança, afirma psicóloga

    Leia mais em Sonhos

     

    Matéria publicada no site do Padre Marcelo por Rodrigo Herrero em dezembro/2004