Obesidade e conflitos

Obesidade e conflitos

Obesidade e conflitos

As causas psicológicas que levam à obesidade

Obesidade e Conflitos – Comer mais do que se consome.

O problema da obesidade poderia ser resumido de maneira simples, não fosse a complexidade dos motivos envolvidos.

Além dos fatores físicos e ambientais, é importante investigar possíveis causas psicológicas envolvidas na obesidade.

Olga Tessari*, psicóloga e psicoterapeuta, informa que 10% da população de obesos têm problemas de origem metabólica. Os outros “30% tem hábitos alimentares errados e cerca de 60% são obesos devido a conflitos emocionais”, afirma. São esses que precisam buscar entender as causas para melhor tratarem desse problema.

Segundo a psicoterapeuta, obesidade e conflitos internos muitas vezes caminham juntos: o hábito de comer pode ser uma tentativa de compensar conflitos emocionais tais como ansiedade, tensão, agitação, solidão, tédio, carências e perdas. Suas raízes podem remontar a hábitos adquiridos na infância, tais como o de incentivar a criança a comer para obter aprovação da mãe.

Olga Tessari chama atenção ainda para o fato de a pessoa acima do peso ter problemas de aceitação, seja pelo preconceito social, seja pela não adaptação, desde às roupas até a certos espaços.

Por causa dessas dificuldades, a pessoa acaba achando que só há uma maneira de buscar prazer. “O gordo fica cada vez mais gordo justamente porque acaba trocando muitos prazeres da vida pelo prazer de comer”, explica Olga Tessari.

É importante entender que nosso corpo às vezes responde ou gera estímulos à comida que nem sempre estão ligados à fome. Por estresse ou ansiedade, a pessoa tende a comer compulsivamente, sem sequer se dar conta que o alívio que se segue de nada vai adiantar na resolução de seus problemas. Na verdade ocorre o contrário: engordando, a pessoa tende a sentir-se cada vez menos aceita.

O tratamento nesses casos tem sido eficaz através de terapias cognitivas, fazendo com que o paciente tome conhecimento de todas as contingências envolvidas na mudança do seu peso e comportamento, avaliando e corrigindo o comportamento inadequado que contribui para a manutenção da sua obesidade.

O auxílio psicoterapêutico pode ajudar a determinar objetivos e resolver problemas, segundo artigo publicado na revista Psiquiatria Clínica por Vasques, Martins e Azevedo.** Os autores defendem que “a dietoterapia associada à psicoterapia, por serem modalidades não invasivas, devem ser sempre priorizadas”.

Olga Tessari explica que “existe uma gama enorme de fatores que provocam a obesidade. Quando se come para ‘abafar’ um conflito, este não é resolvido e outro conflito aparece: o aumento de peso. E a ansiedade leva a uma ingestão maior de alimentos, provocando um aumento de peso cada vez maior. Para emagrecer é preciso que se investigue a fundo esse fatores e, principalmente, que se aprenda a lidar com os conflitos da forma adequada”.

(Laila Abou Mahmoud / Equipe Cadmus)

*Dra. Olga Tessari é psicóloga clínica e psicoterapeuta. Mais informações: www.ajudaemocional.com

** VASQUES, Fátima, MARTINS, Fernanda Celeste e AZEVEDO, Alexandre Pinto de. Aspectos psiquiátricos do tratamento da obesidade. Rev. psiquiatr. clín., 2004, vol.31, no.4, p.195-198. A entrevista foi concedida à Cadmus Marketing Digital e integra hot site sobre obesidade

228

Leia o livro Dirija sua vida sem medo

Leia o livro Dirija sua vida sem medo

Um livro para todos aqueles que sofrem com seus medos, ansiedade, estresse, timidez, etc.

Leia o livro Amor X Dor: caminhos para um relacionamento feliz!

Leia o livro Amor X Dor

Um livro que aponta caminhos para ter e/ou manter um relacionamento feliz pela vida afora!

Siga Olga Tessari nas redes sociais: Facebook – Youtube – Instagram – Twitter – Linkedin

Olga Tessari

Olga Tessari, Psicóloga (CRP06/19571), formada pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisa e atua com novas abordagens da Psicologia Clínica, em busca de resultados rápidos, efetivos e eficazes, voltados para uma vida plena e feliz. Ama o que faz e segue estudando muito, com várias especializações na área. Também é escritora, autora de 2 livros e coautora de muitos outros. Realiza cursos, palestras e workshops pelo Brasil inteiro. E ela segue atendendo em seu consultório ou de forma online (pela internet) adolescentes, adultos, pais, casais e famílias inteiras que buscam, junto com ela, caminhos para serem felizes, cada um com sua própria definição do que é felicidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *